.

Matrix  versus Realidade
·

Fabiana Maccari


Ontem ao passar pelo Rio Tavares (nas imediações do trevo que vai para o Campeche e lagoa próximo a um posto de gasolina) e ver casebres à beira do mangue, esgoto saindo para os córregos e lixo a céu aberto, fiquei me perguntando qual o sentido de chamar nossa cidade de Beverly Hills Catarinense, preocupar-se com marinas, restaurantes finos, shoppings e outras obras faraônicas, se ainda estamos tão atrasados em estrutura sanitária, se ainda temos tantos problemas característicos de um país paupérrimo.

·
Pergunto-me até quando a cidade será projetada na mídia como um conto de fadas, até quando as pessoas permanecerão na “Matrix” e desprezarão a realidade à sua volta. Não estamos em nenhuma “Ilha da Fantasia”, estamos numa terra objeto da expansão selvagem imobiliária, estamos numa terra onde a MÍDIA (LEIA-SE RBS) manipula a massa e qualquer tipo de informação. Mídia que não informa, apenas age em favor do empresariado que explora cada canto dessa linda terra e da população em busca de faturamento.

·
Ninguém está nem aí para os nativos ou os que são naturalizados e querem uma cidade decente. O que essa corja quer é encher Floripa de luxo mesmo, para afugentar o manezinho, o pescador artesanal, o comerciante local, a rendeira, o artesão, querem é passar por cima do povo, do folclore, dos lugares pitorescos e transformá-los em apena mais uma fonte de renda.

Publicado em 29.10.2012, às 13:20 h  no
https://www.facebook.com/BeverlyHillsCatarinense/posts/240000702795016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: